20/11/2019 às 23h11

Pensão paga após o prazo fixado pelo Juiz é bondade e não obrigação, julga STJ

Por Equipe Editorial

A boa intenção do recorrente perante a ex-mulher não pode ser interpretada em seu desfavor, julga STJ.