23/11/2016 às 23h11

Alteração na cor do produto após a compra não gera dano moral

Por Equipe Editorial

Atos normais na vida cotidiana, não devem servir de justificativa para a condenação “abstrata” por danos morais