11/11/2014 às 07h11

Demora na apuração da falta grave ofende a honra do empregado

Por Equipe Editorial

Para o TST nada justifica a demora de 6 anos na apuração, que rendeu ao trabalhador o estigma de desonesto dentro do local de trabalho